Cinecartaz

Rui Plácido

Suspense que cola à tela!

Um dos grandes filmes do ano. Suspense cru e duro, do início ao fim. Se querem telenovelinhas de embalar, pic another movie.
À medida que a película se desenrola, vamos tendo informação do conteúdo e da realidade na exacta proporção do que a actriz principal vai ela própria também obtendo. Chegamos a estar na pele da própria personagem no querer da verdade, aqui e agora.
A banda sonora criada para muitos dos momentos de frenesim, está fantástica. Para delícia visual, temos alguns momentos de fotografia sublimes.
Mesmo percorrendo em fundo o típico plano norte-americano de "um mal menor, para um bem superior", felicitações ao realizador pela forma como conseguiu dar ao filme uma alma de expectativa constante para o que vai acontecer no segundo imediato.
Para ficar colado à tela.
A ver e rever.
Cheers.

Publicada a 17-10-2015 por Rui Plácido