Cinecartaz

Cerveira Pinto

Son(h)o de Inverno

Numa época em que o cinema parece ser apenas efeitos visuais e sonoros, um filme construído com base no texto e nos diálogos é algo de extraordinário, ainda mais se, como é o caso, tal é perpetrado por grandes actores como os deste filme. Sem adornos, sem efeitos, a acção decorre serena e em crescendo de emoção, assente numa realidade local em que os "cenários" são apenas os espaços interiores dos edifícios e as paisagens...

Quanto a mim, o grande mérito vai para as emoções que o filme desperta quanto à descoberta que vamos fazendo dos personagens. Quando estamos quase a "simpatizar" com uma das personagens o realizador confronta-nos com "o outro lado" dessa personalidade, num jogo psicológico que não é mais do que dar a entender que o mundo não é a preto e branco e muito menos o é a personalidade humana...

Um filme notável, que tira o máximo partido das prestações dos actores, que nos leva à introspecção e nos cativa do princípio ao fim...

Publicada a 04-02-2015 por Cerveira Pinto