Cinecartaz

EC

Michelangelo

Não, não é o “Antonioni turco”. Este filme talvez tenha mais diálogos do que toda a filmografia de Antonioni. Quando muito, aproxima-se do “Laço Branco” de Michael Haneke. Uma boa ilustração de como o pior de todos os pecados é a soberba. Que plantada em terreno fértil é a melhor semente para a germinação do ódio.

Publicada a 27-01-2015 por EC