Cinecartaz

Francisco Gouveia

Carpenter = Carpenter

Tão evidente como o título que escolhi, é este filme. Carpenter ao seu estilo, sem grandes efeitos, manobrando a câmara e os actores como um mestre, num género de tal forma "desgastado" que pouco mais há a esperar. As obras-primas são muito raras, e não se pode esperar que um bom realizador as faça todos os dias. Este "The Ward" é um filme razoável, bem feito, que se vê com agrado, mas que não deixa memória. É uma hora e meia bem passada para quem gosta do género. Quem quer ver obras-primas cinematográficas, e só, decerto só irá ao cinema de 3 em 3 anos (ou mais).

Publicada a 12-09-2011 por Francisco Gouveia