Cinecartaz

Nunes Carneiro

Desilusão

O filme foi para mim a desilusão do ano. Salva-se o bom desempenho de Natalie Portman. O argumento (e o resto) não são mais do que banais.

Publicada a 07-03-2011 por Nunes Carneiro