Cinecartaz

Manu

Simples, equilibrado e genial

Os bons filmes escasseiam e os argumentos também começam a ser fracos. Este filme destaca-se, numa era em que o recurso à banda desenhada está na moda. Esta BD escrita por Alan Moore e desenhada por David Lloyd, publicada (no Reino Unido) entre 1982 e 1985 encontra agora uma forte hipótese de renascer. Os irmãos de "Matrix" conseguiram fazer bom e bem escuro, como era de esperar, mas com grande equilíbrio de sombra, luz e acção e sem perder argumento. Quer se goste ou não de banda desenhada, quer se goste ou não de "Matrix", quem gostar de cinema não deve perder a hipótese de o ver realmente em cinema. Não espere por um DivX ou um DVD de um amigo, vá ao cinema.

Publicada a 27-03-2006 por Manu