Cinecartaz

Bruno Miguel Barros Antunes

Decepcionado!

À parte da interpretação de Philip Seymour Hoffman (que não achei tão magnífica quanto fizeram parecer nos media, chegando a um ponto em que se torna um pouco patética e cansativa, se não tambem um pouco exagerada), o filme não passa de mais um filme sobre julgamentos e condenações que ja se tem feito "ao pontapé" nos EUA. O que me leva a achar que a selecção dos Óscares este ano foi muito pobre, e com Óscares mal atribuídos. Acho que o filme não corresponde a expectativa, não é muito envolvente, é um bocado enfadonho e não traz nada de novo ao mundo do cinema, embora não seja uma perda total ir ver ao cinema. Mas para os interessados que ainda não o viram, aconselho a não terem grandes espectativas sobre o filme.

Publicada a 07-03-2006 por Bruno Miguel Barros Antunes