Cinecartaz

João Tomé - www.MagaCINE.blogspot.com

O céu não é o limite para os destemidos

A personagem excêntrica e lendária de Howard Hughes dá a DiCaprio um dos seus melhores papéis e a Scorcese um dos seus melhores filmes. Não é por acaso que um dos subtítulos desta história reza assim: "Alguns homens sonham com o futuro, ele construi-o". "Senhoras e senhores, Howard Hughes!" Estamos na presença da audácia, determinação, perfeccionismo e até alguma loucura de um dos norte-americanos mais lendários do século XX. Inspirado na vida preenchida deste apaixonado por cinema e aviação, Martin Scorcese oferece um olhar grandioso, incisivo e rigoroso que faz deste filme um autêntico épico dos tempos modernos – obtendo 11 nomeações para os Óscares.

O famoso jovem multimilionário Howard Hugues nasceu sozinho e morreu sozinho; essas foram, de resto, as duas vezes em que a sua vida não foi diferente da do comum dos mortais. Aos 18 anos tornou-se num órfão e num milionário e, apesar de ter sido sempre único a sua riqueza e feitos trouxeram-lhe uma fama muito americanizada.

O ponto de partida do filme é a paixão de Hugues pelo cinema, onde singrou em Hollywood, misturada logo na altura com outra paixão: a aviação. Hugues está a produzir, financiar e realizar um dos filmes preferidos de Scorsese, "Hell´s Angels" (de 1930). "Pago o dobro do que estão a pagar" - era assim que Hughes contratava as pessoas mais competentes. Durante três longos anos acompanhamos a determinação de Hughes em fazer um filme de guerra audaz e com as cenas aeronáuticas mais arriscadas possíveis.

Devido ao perfeccionismo deste jovem, o seu filme estava a ser constantemente aperfeiçoado, acabando por tornar a sua realização a mais longa e cara da altura – quatro milhões de dólares. Mesmo assim, o jovem fez a película triunfar por toda a América. Mas esta é a parte menos bem conseguida do épico de Scorsese, com uma abordagem demasiado geral e apressada. Os desafios mais impossíveis, a excentricidade, a vida como playboy e a loucura ambiciosa de Hughes atingem o expoente máximo quando ele se dedica à aviação.

O objectivo é claro: construir os mais rápidos, melhores e maiores aviões do mundo. Por entre a ambição desmedida, Hughes relaciona-se intimamente, primeiro com a elegante actriz Katherine Hepburn (brilhantemente interpretada por Cate Blachett), depois com a sensual Ava Gardner (Kate Beckinsale).

"Sou o homem mais veloz do mundo", diz o aviador depois de ter desenhado, criado e pilotado o avião mais rápido do mundo na época. Mas nada satisfaz este visionário, que ambiciona sempre mais, e mais, e mais – faz parte da sua excentricidade. Hughes compra a companhia aérea TWA e investe todo o seu dinheiro em criar os melhores, mais modernos e mais rápidos aviões, sempre com o seu perfeccionismo extremo.

É nesta parte do filme que a interpretação deste piloto audacioso – um dos melhores do seu tempo –, por Leonardo DiCaprio se torna extraordinária ao mostrar um pouco da loucura, mistério e comportamento obsessivo que se apodera da personagem, que tem uma fobia com os germes. Dos dois acidentes em testes aeronáuticos – era sempre ele que testava os modelos mais inovadores – à luta com o presidente da companhia rival Pan Am, passando pelas desavenças com um senador corrupto que o tentou aniquilar e até ao período de isolamento quase esquizofrénico, Hughes, quando nada o fazia prever, mostra que a sua determinação e excentricidade move montanhas, e não só vence a poderosa concorrência, como coloca no ar o maior avião do mundo, com uma altura equivalente a cinco andares e um comprimento maior do que um quarteirão.

Mas a sua ambição desmedida não termina por aqui: o filme acaba com um novo pensamento no futuro: os aviões a jacto. Entre um elenco que se dá ao luxo de ter Jude Law praticamente como figurante, as excelentes interpretações convencem, assim como o filme, que promete tornar-se num clássico. Apenas resta uma dúvida: será mesmo este o melhor filme de Scorcese? A resposta é pessoal e transmissível: não me parece.

Publicada a 07-02-2005 por João Tomé - www.MagaCINE.blogspot.com