Cinecartaz

L. A.

Desilusão

Vi o filme e para além de um ou outro detalhe de cinematografia, é uma desilusão monumental. O maior indutor de tédio a que já assisti. Pela primeira vez na minha vida, senti-me invadido pela sonolência numa sala de cinema. O trabalho dos actores é sofrível, a história nada tem de extraordinário e a montagem é absolutamente pavorosa. Existem alguns pormenores de fotografia e um ou outro momento da actriz principal, mas não chega para redimir aquilo que, na minha muito modesta opinião, é um filme inconsistente.

Publicada a 24-06-2004 por L. A.