Cinecartaz

Arranha-Céus

Título original:
High-Rise
De:
Ben Wheatley
Com:
Tom Hiddleston, Jeremy Irons, Sienna Miller, Luke Evans
Género:
Drama
Classificação:
M/18
Outros dados:
BEL/GB, 2015, Cores, 119 min.

A história decorre numa Londres alternativa, ambientada nos 1970, onde um prédio futurista, criado por um arquitecto visionário, funciona como uma microcidade. Nesse edifício de 40 andares existem mil apartamentos, supermercados, escolas, ginásios e todo o tipo de serviços. Com o decorrer do tempo, os seus moradores começaram a isolar-se do resto do mundo, sem se aperceberam de que se transformaram numa comunidade à parte. Um dos habitantes é o Dr. Robert Laing. Mudou-se para um dos apartamentos após a morte da irmã e depara-se com algumas dificuldades em adaptar-se àquele mundo. Quando uma falha de energia faz parar os elevadores da torre, criam-se grupos distintos: os habitantes de baixo, os do meio e os de cima – sendo que quando mais alta é a posição da habitação, mais distinta é a posição social de quem lá mora. Tudo isso vai gerar choques, discordâncias e desentendimentos constantes, que rapidamente escalam para uma autêntica crise social.
Estreado no Festival de Cinema de Toronto (Canadá), esta é a adaptação cinematográfica da obra "High-Rise", o romance distópico escrito, em 1975, pelo britânico J. G. Ballard (1930-2009). A realização fica a cargo de Ben Wheatley ("Uma Lista a Abater"). O elenco inclui Tom Hiddleston, Jeremy Irons, Sienna Miller, Luke Evans e Elisabeth Moss. PÚBLICO

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 12 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Não existem votos dos nossos críticos.

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores