Cinecartaz

O Meu Nome é Michael

Título original:
I Am Michael
De:
Justin Kelly
Com:
James Franco, Zachary Quinto, Emma Roberts, Charlie Carver
Género:
Drama, Biografia
Outros dados:
EUA, 2017, Cores, 98 min.

Nascido em 1975, Michael Glatze foi, durante muito tempo, um acérrimo defensor dos direitos dos homossexuais. Foi quando trabalhava para a "XY" de São Francisco, uma revista direccionada para jovens homossexuais masculinos, que conheceu Benjie Nycum, por quem se apaixonou e com quem manteve um relacionamento de dez anos. Juntos fundaram a "Y.G.A." (Young Gay America), uma revista virada para um público um pouco mais alargado. Em meados de 2005, depois de um problema de saúde que o faz questionar tudo e reavaliar a sua vida, Glatze encontra refúgio na religião. Depois de terminar a relação com Nycum e renunciar ao estilo de vida como homossexual – o qual classificou, já em 2007, de "errado e imoral" – acaba numa escola bíblica cristã no Wyoming (EUA). Ali conhece Rebekah, com quem vem a casar, e torna-se pastor fundamentalista.
Com argumento e realização de Justin Kelly, um drama biográfico que se baseia no artigo "My Ex-Gay Friend", escrito por Benoit Denizet-Lewis e publicado na "The New York Times Magazine" em 2011 sobre o ex-activista "gay" Michael Glatze. Com James Franco, Zachary Quinto, Emma Roberts e Charlie Carver no elenco, conta com o realizador Gus Van Sant como produtor executivo. PÚBLICO

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 14 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores