Cinecartaz

Elis

Título original:
Elis
De:
Hugo Prata
Com:
Andréia Horta, Gustavo Machado, Caco Ciocler
Género:
Drama
Classificação:
M/12
Outros dados:
BRA, 2017, Cores, 110 min.

Elis Regina Carvalho Costa, popularmente conhecida como Elis Regina, nasceu em Porto Alegre (Brasil), a 17 de Março de 1945. Uma das maiores representantes do género musical MPB (música popular brasileira), descolava-se da estética da Bossa Nova pelo uso da sua extensão vocal e dramatismo. Depois de quatro LP's gravados — “Viva a Brotolândia” (1961), “Poema de Amor” (1962), “Elis Regina” (1963), “O Bem do Amor” (1963) — a cantora foi a maior revelação do festival da TV Excelsior, em 1965, ao cantar "Arrastão" de Vinicius de Moraes e Edu Lobo. Esse momento granjeou-lhe o convite para actuar na televisão nacional e, pouco depois, valeu-lhe o título de primeira estrela da canção popular brasileira. Ao longo da sua carreira, destacou-se também por cantar músicas de artistas, à época, pouco conhecidos, ajudando-os na promoção das suas obras junto ao público brasileiro. São disso exemplo Milton Nascimento, Ivan Lins, Belchior, Renato Teixeira, Aldir Blanc ou João Bosco. Elis morreu a 19 de Janeiro de 1982, com apenas 36 anos. Apesar da controvérsia, os exames provaram que se deveu a uma “overdose” de cocaína, embora, na altura, muitos acreditassem ter sido vítima da ditadura. A sua morte prematura chocou profundamente o seu país e o mundo.
Estreia na realização em cinema de Hugo Prata, um drama biográfico sobre uma das mais importantes artistas do Brasil. Com Andreia Horta como protagonista, o filme conta ainda com a participação de Caco Ciocler, Lúcio Mauro Filho, Júlio Andrade, Zé Carlos Machado, entre outros. PÚBLICO

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 37 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

  • João

    Lindo, emotivo, comovente

    Lindo, emotivo, comovente. Um hino à coragem e ao talento. Um retrato do Brasil dos 70s. Um gra (continuar a ler)

  • Isabel Teixeira

    Elis

    Sentei-me na cadeira do cinema com a expectativa de assistir a uma versão credível da vida (continuar a ler)

  • Maria Clarinda

    Elis

    Simplesmente maravilhoso, super bem conseguido e a Andréia Horta com uma interpretaçã (continuar a ler)

  • Vera Costas

    Elis

    Maravilhoso! Falar da mulher Elis, entender o momento de cada musica, viajar na época onde a MP (continuar a ler)