Cinecartaz

Pub

Depois de Maio

Título original:
Après Mai
De:
Olivier Assayas
Com:
Clément Métayer, Lola Créton, Felix Armand
Género:
Drama
Classificação:
M/12
Outros dados:
FRA, 2012, Cores, 122 min.

Em Maio de 1968, uma greve geral sem precedentes é instaurada em França. Segundo sociólogos e historiadores, esse foi um dos acontecimentos revolucionários mais relevantes do século XX. Uma vez que não se estendeu a apenas uma camada da população, foi-se generalizando, superando quaisquer questões étnicas, culturais, de idade ou mesmo classe social. O evento teve um impacto nunca visto na sociedade francesa, impacto esse que se foi revelando nos anos subsequentes e espalhando pelo resto da Europa. Este filme segue os anos posteriores a este momento a partir da figura de Gilles (Clément Métayer), um jovem estudante que, tal como os seus amigos, fez parte dessa revolução e foi transformado pelas lutas políticas e sociais que daí decorreram. Arrastado por uma energia criadora, entre descobertas amorosas e artísticas, a sua busca interior leva-o a vários cantos da Europa, onde será obrigado a tomar constantes decisões em prol das suas aspirações mais íntimas.
Um filme autobiográfico, realizado pelo francês Olivier Assayas ("Os Destinos Sentimentais", "Tempos de Verão", "Carlos"), que é também uma reflexão sobre o idealismo e a crença nas transformações pela revolução. PÚBLICO

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 24 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

  • JOSÉ MIGUEL COSTA

    3 estrelas

    Um filme sobre a juventude esquerdista francesa em ressaca do Maio de 68. Após um intenso per& (continuar a ler)

  • José Lima

    Tédio

    Precisamente por causa de vários pontos focados por LMO na sua crítica, nomeadamente a aut (continuar a ler)