Cinecartaz

Cartaz do Filme

Os Abismos da Meia-Noite ou as Fontes Mágicas de Gerénia

Título original:
Os Abismos da Meia-Noite ou as Fontes Mágicas de Gerénia
De:
António de Macedo
Com:
Helena Isabel, Rui Mendes, Eugénia Bettencourt, Márcia Breia
Outros dados:
Cores

"Os Abismos da Meia-Noite" marca o início de uma nova fase na obra de António de Macedo, nos anos oitenta ligada a elementos esotéricos e fantásticos, e também associada ao início da colaboração com o seu filho António de Sousa Dias, que passa a assinar a música das suas longas-metragens. A fotografia é de Elso Roque, Macedo assina a realização, o argumento e os diálogos. O filme começa "realista", quando a agente de uma companhia de seguros é encarregue de investigar a morte de um velho bibliotecário, numa cidade de província. A narrativa transforma-se quando a mulher conhece um professor de história, que se interessa pelas tradições lendárias da região. Assinalável êxito de público, "Os Abismos Da Meia-Noite" foi Grande Prémio IPC em 1984, somando ainda os prémios IPC de melhor argumento, som e interpretação feminina para Helena Isabel e o prémio de melhor interpretação masculina em Rimini 1984. Texto: Cinemateca Portuguesa

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 0 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Não existem votos dos nossos críticos.

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

Não existem críticas dos nossos leitores. Por favor envie-nos a sua através do formulário à sua esquerda.