Cinecartaz

MAB

Nota: 13 (de 0 a 20).

Este é um filme que narra, em ritmo algo lento, é certo, uma pequena história sobre a coragem de uma mulher que tem, apenas, o sonho de ter uma livraria na sua velha casa. É igualmente um filme que expõe a crueza “de outros tempos”, quer da sociedade de interesses, quer do desamparo de uma mulher viúva. Ao bom rigor britânico, os elementos climatéricos parecem contar mais da história do que contam as palavras que saiem da boca das personagens. Ainda que o final tenha sido pensado para nos deixar a pensar no desenrolar (e nos detalhes da história que não nos dão a conhecer, como se fosse um livro e não um filme), valerá a pena ir ver pelas interpretações. Mas só se estiver com tempo.

Publicada a 25-06-2018 por MAB