Cinecartaz

Miguel Ferreira

30 minutos

Um filme que apresenta uma premissa interessantíssima, mas que em meia hora de colagens e composições pictóricas a lembrar os filtros do instagram, bem como numa adopção pseudo teatral dos textos que vão sendo lidos, leva a um bocejo continuado. Talvez as duas horas remanescentes sejam melhores.

Publicada a 14-03-2018 por Miguel Ferreira