Cinecartaz

Raul Gomes

Incontestada

Neste momento Jennifer Laurence é incontestavelmente uma das poucas Prima Donna que conseguiriam fazer com que as duas horas e vinte de filme te perecessem pouco. Tamanho é o talento, que apesar de muitas vezes mal coadjuvada (Edgerton/Irons e Redgrave), consegue suportar o filme sem grandes alaridos a corpos desnudados e a violência desnecessária. Ela é o filme, a luz que orienta e ao mesmo tempo ofusca tudo o resto. Já não me lembrava de ver um thriller tão bom, bem escrito e melhor realizado, apesar de uns (falsetes) de longe a longe, e que seriam desnecessários.

Resumindo: bom filme e de recomendar a ver sem falta, um dos bons filmes deste ano.

Publicada a 05-03-2018 por Raul Gomes