Cinecartaz

Ana

Não perca seu tempo

Quem acha esse filme belo não pode ter mais do que 15 anos ou nunca viu nada mais na vida além do cinema americano fast-food. Uma versao feia de Amelie Poulain, introduzida num filme da Disney com cenas de cenas de sexo desnecessárias e violentamente machistas em alguns momentos. Cheio de clichês, completamente previsível, infantil em sua versão do bem contra o mal. Revolta-me este filme ter ganho o Óscar de melhor filme, revolta-me a cena de sexo abusiva do vilão com sua mulher, para alimentar as fantasias de dominação dos machos americanos, revolta-me o cinema americano ter cedido desta forma à censura e à bilheteria adolescente.

Publicada a 06-03-2018 por Ana