Cinecartaz

JR

Muito dinheiro, pouca arte

Este filme cheira a nota. Desde o título, passando pela colossal fortuna do velho Getty até chegar aos 10 milhões gastos para refazer as cenas onde entrava um dos novos excomungados de Hollywood. Se há massa com fartura, escasseia a arte cinematográfica. Ridley assinou, talvez, o seu pior filme. Anémico, pasteloso, sonolento. Os atores não estão melhores com a exceção de Christopher Plummer que chegou atrasado ao filme mas demonstrou que podia muito bem ter sido a primeira escolha.

Publicada a 12-02-2018 por JR