Cinecartaz

JR

Muito Bom

Sem deslumbrar não deixa de ser um grande filme. Desde as interpretações, sublime a de Frances McDormand (já cheira a óscar), excelente a de Woody Harrelson (mas não igualando a genialidade da de "The Glass Castle" - filme e interpretações que vão injustamente passar ao lado dos óscares), até à atmosfera carregada de dramas vivenciais de figuras estereotipadas de uma América racista e reacionária, aqui e ali a fazer-nos lembrar o cinema dos Cohen. Peca apenas por um final ligeiramente frustrante para quem gosta de finais infelizes. Este não é feliz mas podia ter-nos queimado um pouco mais...

Publicada a 11-01-2018 por JR