Cinecartaz

Luis

4* - Tema delicado...

...e nada fácil de abordar tantas são as perspectivas a considerar. Na apresentada, onde pensamos ter como intenção principal a determinação em abominar o acto da Guerra, e a perseverança na defesa de uma "identidade", achamos que é bem sucedido.
Quando se fala em "temperança", a interrogação:
« Qual o "eu" que irei ser hoje?", entre outras, é muito pertinente...
A mensagem final é, por outro lado, bem elucidativa; depois de afastado Churchill terá dito: «É a coragem para continuar que conta»...

Publicada a 13-01-2018 por Luis