Cinecartaz

Ivo Miguel Barroso

Relativamente banal e muito colado à realidade

O talento de Juliette Binoche não é suficiente para salvar um filme com uma história banal:
uma mulher de meia idade que não consegue arranjar um companheiro, mas apenas aventuras amorosas com homens casados.
Os diálogos podem ser considerados algo interessantes e genuínos, mas não menos comezinhos e quase infantis. O cinema deve transcender a realidade: deve ser "a piece of slice", e não "a piece of cake", como diz Hitchcock.
Este filme decalca a realidade, sendo, por isso, realista em excesso; o que geralmente não faz um grande filme. 

2 estrelas.

Publicada a 07-01-2018 por Ivo Miguel Barroso