Cinecartaz

JMM

'Amor sim mas não é uma relação'

Começo por declarar um conflito de interesses: tal como o tema do filme, também tenho 50s e luto com esta fascinante realidade. Como encontrar o verdadeiro Amor depois dos 50? Típico filme da cena intelectual Parisiense, com Juliette Binoche e Depardieu (este por uns minutos) em grande forma. Fotografia discreta mas muito consistente. Paris à noite é sempre uma forma de identificar bistrôs, quartiers et places que já percorremos. Mas o que nos prende é o argumento e os diálogos entre os casais enamorados mas com dúvidas, em falas com subtis notas de humor (na minha língua preferida em cinema - oh lá lá bien sur!). A simplicidade das conversas ou não-conversas entre os 'bonecos' que pretendem tipificar o sedutor pouco transparente e sem disponibilidade para se entregar ao Amor para além do objeto de desejo, obriga-nos a refletir sobre a cobardia de quem não quer mudar o resto da 'vidinha' e sobre a inaptidão de muitos para fazer o jogo da sedução na meia-idade. Este jogo exige a obsessão e disponibilidade de um teenager, e é raro encontrar alguém sem truques e armaduras, e com mochilas pesadas naturais mas com medo de as partilhar. Pela mesma razäo Binoche interpreta alguém saturada deste caminho minado, e que erra por desespero, ansiedade entregando-se a tudo o que mexe. Oh quem nos dera ter outra vez 20 anos! Este filme não será compreendido por um adolescente de hoje, parece-me. Tem que lá chegar, fazer o circuito e ficar só aos 40... Eu adorei.

Publicada a 24-12-2017 por JMM