Cinecartaz

Nelson Faria

O decano e o outro

João Lopes, o decano dos críticos em actividade no país - lembro-me dele dos tempos de antes do 25 de Abril - dá 5 em 5.
Oliveira, o ainda jovem turco, dá 2 em 5.

Estas diferenças são estranhas. Lopes sublinha uma questão importante: o filme é à antiga, privilegia o acting. Estamos todos fartos das macacadas digitais e de efeitos especiais. Dou razão a Lopes, mas avalio a coisa por 4 em 5.

Publicada a 11-12-2017 por Nelson Faria