Cinecartaz

EC

Quadrado branco sobre fundo branco

A arte contemporânea leva muitas pessoas a acreditar que também são artistas, porque seriam capazes de criar a maior parte dessas obras. Todavia, acreditar que se é um artista não faz dessa pessoa um artista. A cópia nunca é uma obra de arte. A fragilidade deste quadrado é que aquilo que é interessante não é novo (e.g., piscadela de olho a “Caché” de Haneke); e o que é novo não é propriamente interessante.

Publicada a 29-11-2017 por EC