Cinecartaz

Raul Gomes

Inóquo

Já não me lembrava de ver um tão mau filme francês. Uma sucessão inenarrável de gags e sketches amontoados sem qualquer interesse. Valeu o esforço de Marion Cotillard, que consegue apesar de tudo dar uma certa dignidade a este filme completamente desinteressante.

Publicada a 02-04-2018 por Raul Gomes