Cinecartaz

Virgílio Ribeiro

Tremenda desilusão!

É de louvar o hercúleo esforço do realizador para este Blade Runner 2049 ser, senão melhor, pelo menos tão bom como o primeiro. Só que os seus esforços, quanto a mim, foram inglórios, pois resultou numa versão medíocre. O filme por vezes é lento e pastoso e não compreendo o motivo de abusar da penumbra, ou seja falta de luminosidade. Se o objetivo é esconder erros grosseiros os cenários futurísticos,ok, então está justificado.. quanto ao enredo, sinceramente também não me convenceu, pois achei-o algo confuso. Em suma: esperar trinta e cinco anos para fazer esta infeliz versão, mais valia tê-la feito decorridos dois ou três anos.

Publicada a 09-10-2017 por Virgílio Ribeiro