Cinecartaz

Olga batista

Duas Mulheres, Um Encontro

Já vi este filme há algumas semanas. A sala estava vazia como aliás para quase todos os filmes franceses. Pena, foi um bom filme. O olhar do realizador sobre estas vivências aparentemente banais foi fantástico. Ele demonstrou ter uma sensibilidade muito grande para analisar em profundidade. Ele compreendeu que a mulher é um ser muito completo, capaz de assumir muitas responsabilidades e sempre com empenho e fervor. Ela é chefe de empresa, mãe, filha, amante e muito mais.
Óptima interpretação mas, sobretudo parabéns para a Catherine Deneuve que continua a encher o écrã. Pena ter tido um papel secundário.

Publicada a 09-08-2017 por Olga batista