Cinecartaz

José Miguel Costa

1 estrela

A primeira longa-metragem de Julien Samani, “Juventude”, uma co-produção franco-portuguesa (que conta a “história” de um jovem de 20 anos, aspirante a marinheiro, que “assim do nada” embarca num cargueiro podre rumo a “nenhures”, mas a “coisa” não corre de feição, frustando, deste modo, as suas ilusões românticas), possui uma estrutura narrativa tão frágil que nunca chegamos a perceber qual é o seu objectivo (não tem ponta por onde se lhe pegue”). E é já um dos fortes candidatos a “seca do ano”.

Publicada a 19-04-2017 por José Miguel Costa