Cinecartaz

Mario Bastos

Aconselhado

O problema dos grandes artistas e e dos grandes defensores de causas é nem sempre conseguirem distanciamento critico sobre as suas próprias obras.
O resultado neste filme de Sean Penn é um filme que vai servir para juntar à farmácia lá de casa, ao lado dos hipnóticos, vulgo remédios para dormir.
Este filme que se quer uma denuncia sobre o sofrimento dos refugiados acaba não por nos mostrar um Sean Penn a denunciar o horror vivido pelos refugiados, mas sim um Sean Penn a querer que saibamos que ele se quer mostrar preocupado com a situação dos refugiados.
O pior filme das carreiras de Charlize Theron e, certamente, da de Javier Bardem e uma vacina para os próximos filmes de Sean Penn.

Publicada a 13-05-2017 por Mario Bastos