Cinecartaz

José Magalhães

Janela poética

Jarmusch entreabre uma janela para as traseiras da América, onde milhares de "Patersons" continuam a sua luta diária pela recordação de um passado poético, nem que seja na singela representação eterna do tema do amor. Lucidez e melancolia que fazem um grande filme.

Publicada a 06-07-2017 por José Magalhães