Cinecartaz

João

Fantasia pataroca bem filmada...

Uma história ao nível da Floribela para adolescentes (e economistas) com aynrandite aguda, com grandes actores e um grande realizador. Um crítico de cinema português (Eurico de Barros?) disse em tempos que é um filme sobre verdadeiro anarquismo (coisa que os parvos dos anarquistas teimam em negar, mas que sabem eles?...). "Bué inspirador" para almas sensíveis e um pouco perturbadas, do eixo Linha/U. Católica. :)

Publicada a 15-04-2013 por João